MINISTÉRIO EM JANIÓPOLIS

Apesar das vitórias no ministério, 2007 foi sem dúvidas o pior ano para nós no campo financeiro; nosso salário que era até razoável caiu pela metade. Quatro mil e duzentos reais que ficaram a receber da IPR de Foz, combinado, lavrado em ata e registrados em Cartório a ser pago em 6 parcelas não foram cumpridos, depositando eles, quantias muito abaixo do combinado. Enquanto eu, que já havia contraído dívidas devido ao atraso de pagamentos, comecei a pagar juros e juros e mais juros até que me empobreci de vez. Se tudo isso não bastasse, sem estar doente, lutando com afinco pela vida, cheia de sonhos, morre no dia 13 de junho às 15h30min a nossa filha Rosimeire. Pela misericórdia de Deus, alguns amigos nos socorreram os quais não posso deixar de agradecê-los. São eles: Admir Murback e seus irmãos Jedir, Jessé e Waldeir Murback meus primos e irmãos em Cristo; Miguel Obal e Lúcia Rudiak Obal minhas ex-ovelhas e donos, na época de uma funerária que fizeram questão de bancar o funeral; Pastor Ivo Machado, presidente do COPEFI, Conselho de Pastores Evangélicos de Foz do Iguaçu que, juntando-se aos demais colegas depositaram em minha conta uma generosa oferta. Deus os abençoe. Quanto ao meu presbitério? Nem ao menos perguntaram se eu precisava de ajuda.

Entrei para 2008 endividado, mas sempre com as promessas de Deus que tudo iria mudar. No dia 13 de janeiro pela misericórdia de Deus, com a viagem paga pelos meus filhos e com ajuda da venda de tapetes fabricados pala agilidade das mãos da Loide minha esposa, (já que não recebo os 33% das férias e nem o 13º. dos quais tenho direito, legal tanto pela lei brasileira como pela constituição de nossa denominação) viajamos de férias para Araçariguama - SP onde eles moram. A Thaysi, nossa neta, que passou a morar em nossa casa depois da morte de sua mãe e o Lucas que mora com seu genitor em Santa Catarina e estava de ferias em nossa casa viajaram com a gente. A Lucília, irmã da Loide também foi ao passeio e também ajudou na viagem.

Em 2009 poucas coisas aconteceram. Pra falar a verdade, foi um período bastante monótono. Janiópolis é uma cidade pequena, (6.536 habitantes, Censo 2010). Sem Indústrias e com sua agricultura mecanizada a oportunidade de empregos é quase nula. Os jovens na idade de ingressarem na faculdade são forçados a procurar as cidades maiores onde possa lhes oferecer oportunidade de estudarem e se prepararem para o futuro. Esse foi o caso da nossa neta que cursa Nutrição em uma Faculdade em Maringá - PR. E não havendo oportunidade de trabalho para eles em sua cidade de origem a maioria deles não mais regressará!

Estamos em 2010 e as coisas não mudaram muito, o Censo/2010 concluiu que entre o período 2000/2010 a população de Janiópolis teve uma queda de 664 pessoas e naturalmente que isso afetou também as igrejas de um modo geral. Não só por esse motivo, mas provavelmente este se soma a outras dificuldades que muitas igrejas enfrentam no século XXI.

A Igreja não cresceu em número, mas é visível o seu crescimento espiritual, cultural e no conhecimento. Deus tem nos compensado de outras formas como, por exemplo, a parte física dos bens da igreja que, há 35 anos, ou seja, dês de sua organização, (a não ser uma pequena reforma no templo) nada mais haviam sido feito. Construímos a casa pastoral com 70 m², Sala, cozinha, banheiro, 2 quartos, escritório e área/garagem com 39 m², faltando acabamentos.  Construímos também a Calçada Pública, inexistente dês de a fundação da igreja.  Sala para acomodação da escolinha das crianças e adolescentes, ministrada nos sábados. Cozinha e muro de arrimo onde ainda no mês de dezembro/2010 será colocada grade de ferro. Tudo isso conquistado pela graça de Deus e pelo nosso bom relacionamento com meus primos que tem nos abençoado com ofertas generosas, e a mão de obra da grade que será doada pelos meus filhos que são serralheiros.

Minhas Atividades na Sociedade

No segundo ano como morador em Janiópolis, recebi o meu primeiro convite para participar de uma reunião como pastor representante da Igreja Presbiteriana Renovada de nossa cidade. Nesta reunião foi me concedida a palavra e apresentei meu plano de trabalho e o que pretendia fazer para ajudar nas soluções dos problemas enfrentados pelas famílias Janiopolense.

A sociedade me recebeu, e a partir daí passei a integrar os comitês e conselhos já organizados. Na primeira eleição para eleger novas diretorias, tive a honra de ser eleito Presidente do Comitê de Combate a Dengue. E assim fui ganhando a confiança e a credibilidade de todos. Atualmente sou presidente do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente); CMS (Conselho Municipal de Saúde); Presidente do CMBF (Conselho Municipal do Bolsa Família); Presidente do Comitê Gestor do Programa do Leite e Compra Direta; Vice-Presidente do Conselho Municipal das Cidades; Vice-Presidente do Conselho Municipal da Assistência Social. Além das presidências também ministro palestras nas Escolas e em reunião de Conselhos.

Nestes quatro anos de ministério aqui em Janiópolis, também tive o privilégio de fazer alguns cursos: Assistência Social, Meio Ambiente, Transtorno Mental, Segurança Alimentar e Nutricional, Direito das Crianças e Adolescentes entre outros. (Dou palestras sobre todos estes assuntos).

Por tudo isso, sou grato a Deus

Em Cristo, pastor Jônatas

IGREJA PRESBITERIANA RENOVADA DE JANIÓPOLIS

Rua Presidente Vargas, 525 – Centro – 87.380-000, CNPJ 77.367.936/0001-80

e-mail: iprjaniopolis@hotmail.comhttp://iprjaniopolis.webnode.com.br